A DITADURA DA BELEZA – AUGUSTO CURY

A DITADURA DA BELEZA E A REVOLUÇÃO DAS MULHERES.

Boa Tarde, Mozões! Vamos falar de leitura? Hoje escolhi um livro que me ajudou muito na adolescência, ele é do escrito por Algusto Cury (um dos meus escritores preferidos) o livro é: A DITADURA DA BELEZA E A REVOLUÇÃO DAS MULHERES, é um romance do amor próprio.

SINOPSE:
Augusto Cury retrata neste romance o cotidiano de mulheres que sofrem caladas as conseqüências de uma cruel realidade do mundo moderno: a ditadura da beleza.
Cury dá um grito de alerta contra essa forma de opressão que vem deixando mulheres, adolescentes e até crianças tristes, frustradas e doentes. Influenciadas pela mídia e preocupadas em corresponder aos inatingíveis padrões  que são apresentados, milhares de mulheres mutilam sua auto-estima – e, muitas vezes, seus corpos – em busca da aceitação social e do desejo de se tornarem iguais às modelos que brilham nas passarelas, na TV e nas capas de revistas.
Ao tratar de um tema tão atual, este livro faz com que o leitor se identifique imediatamente com os personagens e sua luta por uma vida mais plena, em que cada pessoa se sinta livre para ser o que é, sem se envergonhar de sua aparência e sem se comparar a ninguém.
a-ditadura-da-beleza-augusto-cury-2RESUMO:
Sarah, uma jovem modelo de 16 anos resolve acabar com sua própria vida por não se encaixar nos padrões. Obcecada pela sua aparência ela se tornou agressiva, amarga e depressiva. Desesperada pela atitude da filha Elizabeth decide pedir ajuda ao psiquiatra que em pouco tempo consegue encorajar Sarah a enfrentar de frente suas fraquezas.
Elizabeth decide sair do emprego e lugar com Sarah, contra a ditadura e padrões da industria, ajudando várias jovens a se libertarem como Sarah.a-ditadura-da-beleza-augusto-cury-3PORQUE ME AJUDOU: 
Eu sempre fui muito magrela e o meu problema não era o mesmo de Sarah, ela lutava para ser magra e eu lutava por ser magra de mais.
Na escola muitos me zuavam e falavam “nossa alana, até a fulana é mais gostosa que você”, “Olívia Palito” , “Sem bunda e peito”.
Muitas vezes chorei calada sem contar para minha mãe, até que por obra do destino alguém e deu este livro. E foi com ele que aprendi que não importa o que os outros falem, você tem que se amar, você tem que ser confiante e nada irá te abalar.
Eu aprendi a ser forte e não aguentar mais calada, as piadas foram perdendo a graça e de repente eu tinha muitos amigos (principalmente meninos) e eu estava feliz, sabe porque? Porque neste momento eu me amava e amava ainda mais o meu corpo.a-ditadura-da-beleza-augusto-cury-1CONSELHO:
Seja você quem comanda a sua vida, não deixe que outras pessoas queiram escrever a sua história.

Espero que vocês tenham gostado da dica de hoje.
Beijos da Alaninha :*