Conheça a história do choker, a gargantilha do momento!

Choker, a gargantilha do momento!

Muitas mulheres, principalmente mais novas, acham que a gargantilha choker surgiu na última década, por ser vista no pescoço de celebridades e influenciadoras nacionais e internacionais. Mas se engana quem pensa que essa joia é uma criação recente. É bem verdade que ela se popularizou após ser reinventada por grifes famosas, que resgataram essa peça que era símbolo dos anos 1990 e que havia caído no esquecimento, mas ela é muito mais antiga e cercada de significados.
choker artcoco

O colar choker tem suas primeiras evidências datadas de por volta do ano 2.500 a.C., na região da Antiga Mesopotâmia. Os colares rentes ao pescoço eram feitos em ouro artesanalmente, e tinham esse elemento, além da pedra lápis lazuli, para simbolizar elementos místicos e divindades. Os colares eram especialmente considerados amuletos de alto valor espiritual, que livravam as pessoas do mal, por isso, cobrir-se deles era sinônimo de proteção.

Já na Idade Moderna, um colar rente ao pescoço e todo feito de pérolas consta como uma evidência histórica por pertencer à rainha inglesa Ana Bolena. Mas um dos significados mais fortes para o choker é registrado na Revolução Francesa, durante o chamado “Período do Terror”, no qual o governo perseguiu e executou seus adversários. As mulheres francesas expatriadas na Inglaterra usavam cordões de veludo envoltos no pescoço para lembrar da memória dos familiares mortos na guilhotina.

Os modelos de choker também tinham um significado forte na Era Vitoriana, quando foi associado às prostitutas. Ainda assim, muitas mulheres que pertenciam à aristocracia usavam esses acessórios femininos. Com o passar do tempo, ícones da moda como Coco Chanel, e do cinema como Olive Thomas tornaram o choker, na época conhecido como “coleira”, uma peça popular e verdadeiro objeto de desejo.

De volta à atualidade

Os movimentos grunge e pop, inspirados pelas estrelas da música, tornaram o choker uma verdadeira febre. Uma das mais conhecidas e marcantes foi o modelo de plástico e na cor preta, que se assemelhava a uma tatuagem tribal. Depois de cair em desuso no início dos anos 2000, ela foi repaginada e ganhou as mais variadas versões, desde as mais delicadas, passando pelas elegantes e até as mais ousadas.
choker artcocoMuitos acessórios femininos que usamos atualmente fazem parte de uma página de muitas da história, ajudando a entender a evolução da sociedade e do comportamento das próprias mulheres. Por isso, o choker atualmente demonstra a liberdade e diversidade de cada mulher.choker artcoco

Agora que você já conhece mais sobre a história do choker, continue navegando em nosso blog e conheça mais sobre outros assuntos!

 

Comentários

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.